Eventos

Aniversário do IAC: há 36 anos ao serviço da Criança

aniversario IAC 36 anos peq

No dia 14 de março assinala-se o 36º aniversário da criação do INSTITUTO DE APOIO À CRIANÇA presidido pela Drª. Dulce Rocha. O IAC é uma instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, criada em 1983 por um grupo de pessoas de diferentes áreas profissionais – médicos, magistrados, professores, psicólogos, juristas, sociólogos, técnicos de serviço social e educadores. Desde 1983 que o Instituto de Apoio à Criança tem sido uma importante realidade ao serviço da criança, da família e da comunidade, especialmente para muitas crianças o suporte que lhes falta, o garante dos seus direitos, interesses e necessidades. Sabemos que não vamos resolver todos os problemas das crianças em perigo, mal-amadas, desaparecidas e exploradas sexualmente e que sofrem tão dolorosamente as consequências de uma sociedade tantas vezes desumanizada e injusta socialmente. Como dizia o Dr. João dos Santos, sócio-fundador do Instituto de Apoio à Criança “o destino do homem determina-se na forma como é gerado, no calor dos braços que se lhe estendem, na ideologia que o envolve e na liberdade que lhe é proporcionada para imaginar, experimentar e pensar.

Doe 0,5% do IRS a favor do IAC

IAC IRS 2017 2017 peq IRS

Sem qualquer agravamento nos seus impostos, pode decidir que 0,5 % do valor do seu IRS, a entregar ao Estado, reverta a favor do IAC. Basta escrever no quadro 11 do modelo 3 o número de identificação fiscal do IAC "501 377 662". na opção "Instituições particulares de solidariedade social ou pessoas coletivas de utilidade pública (art.º 32.º, n.º 6, da Lei n.º 16/2001, de 22 de junho)" ! (art.º 32.º, n.º 6, da Lei n.º 16/2001, de 22 de junho)" !

 

IRS Modelo 3 consignacao 2019

Programa “Estou aqui” 2019: Reserve já a sua pulseira !

estou aqui 2019

Este programa consiste na distribuição de pulseiras gratuitas para ajudar pais e educadores a localizar crianças perdidas durante o Verão. As pulseiras podem ser adquiridas nas esquadras da PSP de todo o país, devendo posteriormente ser feita a ativação da pulseira através da página da internet do programa https://estouaqui.mai.gov.pt/Pages/Home.htm Esta edição do programa “Estou Aqui!” começa no sábado, dia 1 de junho de 2019, e é dirigido a crianças entre os dois e os dez anos. Esta iniciativa da Polícia de Segurança Pública tem como parceiros, além do IAC, a Missing Children Europe, a SGMAI, a Altice, a MEO e a Rádio Comercial. Na edição anterior o programa permitiu abranger mais de 68.000 crianças.

Concerto a favor do IAC

Dia Solidario 2019 cartaz

Fundada em 2012, a Escola de Música do Colégio Moderno organiza todos os anos, no quadro das suas atividades culturais, um concerto público no Teatro Nacional de São Carlos, cujos proventos têm revertido a favor de uma instituição sem fins lucrativos. Este ano em que se comemoram os 36 anos da existência do IAC, entendeu a Direção do Colégio Moderno atribuir a este Instituto a verba obtida com a realização do concerto que terá lugar no Teatro Nacional de São Carlos, como habitualmente, no próximo dia 22 de junho, sábado, pelas 21 horas. Convidamos todos os nossos associados, amigos e parceiros a estarem presentes, apoiando o IAC e usufruindo, simultaneamente, de um belo espetáculo musical. Os bilhetes podem ser adquiridos na secretaria do Colégio Moderno e o seu custo é de 10 solidários. Mais informações: tel. 217991840 ou email “Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Programa

Concerto Solidário 35 anos do IAC

concerto IAC35A Logo Principal FundosClaros 1  altice 20 nov

Com o objetivo de comemorar o 35º aniversário e assinalar o Dia Internacional dos Direitos da Criança, o Instituto de Apoio à Criança está a organizar a iniciativa musical solidária – “Crianças Somos Todos Nós”. Consiste na elaboração de um CD de canções originais dedicado aos Direitos da Criança e na realização de um concerto no dia 20 de novembro de 2018 na Altice Arena, sob o Alto Patrocínio de Sua Excelência O Presidente da República. Contamos, ainda, com o compromisso da Altice Arena, da Produtora Música no Coração, da RTP e da Câmara Municipal de Lisboa, sendo que esta última assumiu a coorganização do evento. Destacamos como principais patrocinadores a Santa Casa de Misericórdia de Lisboa, a Associação Mutualista Montepio e a Lactogal, entre outros. Este projeto conta com o empenho do músico João Só que, de forma generosa, abraçou esta causa como diretor musical. Para levar a cabo esta iniciativa, convidámos músicos portugueses de reconhecido mérito, tendo já aderido: Amor Electro, André Sardet, Bruno Ávila, Bruno Correia, Carlos Alberto Moniz, D.A.M.A., Frederico BC, HMB, João Só, Mafalda Borges, Manuel Guerra, Miguel Araújo, Os Azeitonas, Os quatro e meia, Rita Redshoes, Ruben Matay, Rui Veloso e The Black Mamba. Através do envolvimento da sociedade civil, pretendemos angariar fundos com as receitas de bilheteira e com a venda do CD, para que o IAC possa continuar a apoiar crianças, jovens e suas famílias em Portugal. Em 35 anos, muitas foram as crianças apoiadas e protegidas pelo IAC. E, orgulhamo-nos em poder dizer que hoje, muitas delas, tornaram-se adultos responsáveis e integrados na sociedade. Mas esta é uma tarefa nunca acabada. Todos os dias surgem novas crianças e novas situações a precisar de intervenção e apoio. Assim, o IAC depende também da ajuda de todos para poder continuar a sua missão – A Defesa e Promoção dos Direitos da Criança – uma causa que é de todos nós. Brevemente estará disponível um microsite com mais informação sobre esta iniciativa.

Microsite (clique aqui)

Bilhetes para o concerto (clique aqui)

Dia Mundial do Brincar & Dia Mundial da Criança no Palácio de Belém

Os Jardins do Palácio de Belém acolhem o Dia Mundial da Criança com um programa para todos, que inclui experimentar um balão de ar quente, veículos anfíbios e o cockpit de um caça F16. No dia 2 de junho, traga a família e venha passar o dia com as Forças Armadas Portuguesas em Belém. O Museu da Presidência da República, em colaboração com a Casa Militar da Presidência da República e o Instituto de Apoio à Criança, comemora sábado, 2 de junho, o Dia Mundial da Criança e o Dia Mundial do Brincar nos Jardins do Palácio Nacional de Belém.

XI Conferência Crianças Desaparecidas e Exploradas Sexualmente

O Instituto de Apoio à Criança, que tem como missão a defesa e a promoção dos Direitos da Criança, vai assinalar o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas com a XI Conferência Crianças Desaparecidas e Exploradas Sexualmente que terá lugar no Auditório do Centro de Estudos Judiciários, no próximo dia 29 de maio de 2018. Este ano, além das sessões de abertura e de encerramento, em que contamos com altas individualidades na área da infância e juventude, teremos uma Cerimónia de Homenagem a Álvaro Andrade de Carvalho, Psiquiatra, Coordenador dos Serviços de Saúde Mental e Docente Universitário, que deu sempre especial atenção à área da exploração sexual de crianças, tendo fundado com Catalina Pestana a Associação Rede de Cuidadores justamente para dar apoio a crianças e jovens vítimas de abuso e exploração sexual. Dada a pertinência desta temática, temos o maior gosto em convidar V.Exª, para a referida Conferência, que terá início pelas 9H30, conforme programa em anexo. A Presidente da Direção Dulce Rocha

 

 

 cartaz XI conferencia 2018 web 2

Programa (pdf)

Cartaz (jpg)

Press Release (pdf)

 

 

Encontro GAAF 2018 "A Escola na Proteção da Criança"

Em 1998, o IAC criou os Gabinetes de Apoio ao Aluno e à Família (GAAF) que, sendo um projeto de mediação escolar, pressupõem a existência de uma equipa multidisciplinar. Estes gabinetes surgiram com a principal diretriz de intervir a um nível direto junto das crianças, famílias e comunidade escolar, promovendo um ambiente mais humanizado e facilitador da integração social. Sendo uma preocupação da Mediação Escolar oferecer aos seus parceiros formação variada, vimos convidar para mais um Encontro Nacional de GAAF, que irá decorrer no dia 8 de maio de 2018, na Escola Secundária Eça de Queirós em Lisboa.

 

I Encontro Natália Pais - “Actividade Lúdica – Passado, Presente e Futuro”

O Instituto de Apoio à Criança (IAC) irá homenagear Natália Pais, sócia fundadora do IAC e grande mentora do Sector da Actividade Lúdica, que nos deixou recentemente. Assim, temos o prazer de o convidar para o I Encontro Natália Pais, que se irá realizar no dia 12 de março de 2018, no Salão Nobre da Escola Superior de Educação de Lisboa, sob o tema “Atividade Lúdica – Passado, Presente e Futuro”, iniciando agora o que se prevê ser uma série de encontros com o seu nome.

 

Encontro Comemorativo dos 20 Anos da Rede Construir Juntos

No dia 30 de junho, assinalou-se os 20 Anos da Rede Construir Juntos (RCJ), com a realização de um Encontro Comemorativo, que decorreu no Auditório do Instituto Português do Desporto e Juventude, em Lisboa. A sessão de abertura contou com a presença de Manuela Eanes - Presidente Honorária do IAC, Augusto Fontes Baganha - Presidente do Conselho Diretivo do IPDJ, Hugo Carvalho – Presidente do Conselho Nacional da Juventude e José António Vieira da Silva – Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Manuela Eanes, no seu discurso sábio, salientou que uma das grandes prioridades da Europa tem de ser o Social, num trabalho responsável e humanizado, enfatizando a importância que a constituição da Rede Construir Juntos teve para a promoção da intervenção, não só do IAC mas também das demais entidades parceiras. Vieira da Silva evidenciou a enorme importância de se estabelecer um diálogo aberto com as redes da sociedade civil, numa lógica de cooperação com os poderes instituídos. Terminada a sessão de abertura, um grupo de jovens subiu ao palco para ofertar a cada um dos presentes uma flor, portadora das suas mensagens, como símbolo da sua Voz. Seguiu-se depois um Momento Musical com a atuação de representantes da Rede Juvenil Crescer Juntos. O 1º painel - “20 Anos a Construir Juntos” teve a participação de Matilde Sirgado, Coordenadora do IAC - Projecto Rua, Paula Nobre de Deus da Direção da Associação Chão dos Meninos de Évora e Carlos Caixas, Psicólogo e consultor para a intervenção profissional de pessoas vulneráveis. Matilde Sirgado levou-nos numa “viagem “ pelas várias etapas do crescimento da RCJ, com “escala” obrigatória em momentos fulcrais da vida desta Rede. Convidando-nos a participar num “regresso ao passado”, recordou o momento de formalização pública da Rede, destacou a tipologia de acções levadas a cabo, demonstrando a capacidade que esta Rede sempre demonstrou em antecipar respostas adequadas aos problemas sociais emergentes, promovendo a transferibilidade de metodologias a nível nacional e internacional, reforçando a inevitabilidade do trabalho em parceria. Frisando a importância do registo de todos os momentos que ajudaram a Rede a crescer, Paula Nobre de Deus desafiou os presentes a “regressar ao futuro”, a renovar o compromisso de partilha, a ligar esta Rede a outras redes por forma a ter uma visão concertada dos problemas e a assumir uma postura de lobby para que possamos ter uma política pública, para as crianças/jovens e suas famílias, que garanta uma transversalidade necessária no âmbito dos Direitos. Carlos Caixas proferiu a comunicação: “Construir Juntos(,) o Portugal Social e a Europa”. Recordou a importância que a RCJ teve para o crescimento da ArteNave de Moimenta da Beira. Abordou a necessidade de financiamento das redes para que possam efetivar o seu trabalho e que os projetos deveriam ser tomados pelas instituições e não por pessoas. No período da tarde, Paula Duarte, Coordenadora do IAC - Fórum Construir Juntos em Coimbra, Alexandre Gencer e Maria Lopes - Representantes da Rede Juvenil - abordaram o tema “Rede Juvenil Crescer Juntos – Os Jovens como Agentes de Mudança”. Paula Duarte fez um balanço dos sete anos de Rede Juvenil e evidenciou a importância/dedicação do trabalho desenvolvido pelos jovens da Rede Juvenil Crescer Juntos (RJCJ). Alexandre Gencer partilhou com os presentes as mais valias de pertencer a uma rede, na qual os jovens tem uma participação ativa em todo o processo e se sentem representados. Considerou ainda que é pertinente que todas as instituições tenham conhecimento do trabalho umas das outras para que possam ser mais eficazes e não duplicar ações. Maria Lopes deu o seu testemunho, enquanto membro da Rede Juvenil, conseguindo passar a mensagem de uma forma emotiva e criativa. A Coordenadora do Núcleo da EAPN de Lisboa, Maria Joaquina Madeira, apresentou uma comunicação sobre “O Valor Acrescentado do Trabalho em Rede”. Realçou que as instituições desenvolveram novas competências que só são possíveis com um trabalho em rede e que alguns dos problemas se resolvem inovando. Considerou que esta Rede é uma rede vitoriosa pois contempla a ação humana, os afetos, a cooperação e a coragem de inovar. Hermano Carmo, Professor Catedrático, abordou a temática “As Parcerias na Educação para a Cidadania”. Referiu que não é possível lidar sozinho com problemas complexos. Daí a importância de um cidadão, para exercer o seu dever de cidadania, ser autónomo, solidário e socialmente responsável. Para concluir referiu que a “chave da sustentabilidade de qualquer parceria está na capacidade de ser autêntica, ou seja a sua prática tem de corresponder à sua retórica”. Paulo Teixeira, Consultor Logframe – Consultoria e Formação -falou sobre a “RCJ – Que perspetivas para o Futuro?”. Referiu que estamos num contexto de mudança nas formas de pensar e agir na área social. Neste sentido, considerou a RCJ um bom exemplo de resiliência e de adaptabilidade. Para o futuro, considerou que a Rede deverá ser sustentável, ganhar escala, ter aumento de eficiência e eficácia, de forma a responder rapidamente a novos desafios. Neste sentido, as redes não são uma opção, mas sim uma inevitabilidade. Na sessão de encerramento, contámos com a presença de Dulce Rocha-Presidente do IAC, Cinelândia Cogumbreiro Presidente do IAC Açores, José Carreiro - Presidente do CASLAS –Lagos, João Afonso - Vereador dos Direitos Sociais CML, Pedro Folgado - Diretor do Departamento da Juventude do IPDJ e João Paulo Rebelo - Secretário de Estado da Juventude e do Desporto. Foi dado ênfase ao facto de a RCJ, nos seus projetos, dar voz aos jovens, respeitando o direito à participação e opinião das crianças, numa lógica de empoderamento da juventude. Em jeito de conclusão e, como afirmou Hugo Carvalho, ”olhar para a descendência de uma rede é olhar para o futuro”. Paralelamente à realização do Encontro, esteve patente ao público uma exposição, sobre o percurso da Rede ao longo de duas décadas, ilustrada com imagens das atividades mais emblemáticas. Considerou-se ainda importante e oportuno, pela temática abordada, a divulgação do livro Crianças em Situação de Rua: O caso do IAC – Projecto Rua “Em Família para Crescer”, da autoria de Matilde Sirgado.
Salienta-se ainda a amável colaboração da Casa Pia de Lisboa, que proporcionou um saboroso coffee break servido pelos seus alunos.
Avenida da República, n.º 21 – 1050-185 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.