Eventos

IAC com Ensino a Distância

No passado dia 12 de setembro foi o primeiro dia de aulas para as alunas integradas na modalidade de oferta educativa do Ensino a Distância, fruto de um protocolo estabelecido entre o IAC e a Escola Secundária de Fonseca Benevides.

O insucesso e abandono escolares são algumas das principais problemáticas identificadas junto da população mais jovem do Bairro Dr. Alfredo Bensaúde, especialmente agravadas no que respeita às raparigas que, por questões culturais são impedidas pelos seus pais de prosseguir os estudos.

Ensino

Assim, perante este diagnóstico, o Projecto Rua, com a colaboração de parceiros e de entidades externas, tornou este projeto real para um grupo de 11 raparigas de etnia cigana, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos.

Ultrapassada esta etapa, outros desafios se seguem, tais como manter a motivação e assiduidade do grupo para que cheguem ao fim com bons resultados!

Intervenção com Jovens Multidesafiadores

No âmbito de um Círculo de Encontros promovido pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Amadora, a equipa do Projecto Rua foi convidada a ministrar uma Ação de Formação dirigida a professores e técnicos especializados das escolas sobre o tema " Intervenção com Jovens Multidesafiadores". A ação visa ajudar a compreender e a refletir sobre o comportamento desafiante das crianças e dos jovens na atualidade e realiza-se nos dias 25 de maio, 1,8 e 15 de junho, na Escola Secundária Fernando Namora, Amadora.

A importância do papel dos GAAF na Escolas

A Dra. Melanie Tavares participará na 5ª sessão dos IV Ciclos Temáticos de Intervenção Psicossocial, no dia 18 de maio, na Sala Nau do Palácio Valenças, em Sintra. A sessão debruça-se sobre a importância do papel dos GAAF na Escolas e conta, também, com a participação do Agrupamento de Escolas Agualva - Mira Sintra.

O modelo destes IV Ciclos compreende a intervenção de oradores convidados por cada sessão, sucedida por debate alargado à audiência. O Centro Social da Sagrada Família e A Creche Sempre em Flor são as entidades promotoras e as temáticas destinam-se a profissionais que desenvolvem a sua atividade profissional na área da intervenção social.

Sessões lúdico-pedagógicas sobre “Direitos e Deveres da Criança” e entrega de peluches da IKEA

No âmbito do trabalho realizado junto da Escola EB1 nº 54 do Bairro do Condado, pela equipa do Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil – zona oriental e na Escola EB1 Santa Maria dos Olivais, pela equipa do Centro de Apoio Comunitário, temos dinamizado sessões lúdico-pedagógicas nas diversas turmas, sobre a temática “Direitos e Deveres da Criança”. Em cada período ao longo do ano letivo foi trabalhado um subtema. Assim, no 1º período a sessão versava sobre “As emoções”, no 2º período sobre “Os comportamentos” e no 3º período iniciámos a realização de um atelier. Trata-se da construção dum “Jogo do galo” sobre os direitos e deveres da criança.

Após a conclusão deste trabalho é dirigido às crianças um conjunto de questões com base na dinâmica dos cartões verde (p/concordo) e vermelho (p/ não concordo), perante as quais é possível avaliar os conhecimentos adquiridos ao longo de todas sessões realizadas anteriormente, uma vez que todas as turmas são abrangidas pelas 3 sessões referidas. Esta é a metodologia que nos acompanha no desenvolvimento deste trabalho ao nível da prevenção, no entanto, este ano letivo podemos contar com mais um “pequeno grande” gesto que para além de valorizar e reforçar o nosso trabalho, enche de sorrisos os rostos dos mais pequeninos. Graças à preciosa colaboração da IKEA, através da Campanha de Peluches para a Educação (decorrida no período natalício), o IAC enquanto entidade escolhida para beneficiar deste apoio, recebeu deliciosos peluches que tem vindo a ser distribuídos personalizadamente a cada criança no final das referidas sessões.

Para as crianças do pré-escolar a distribuição dos peluches será feita aquando da dinamização da animação de intervalo, no âmbito das atividades do Dia Mundial da Criança. O nosso muito obrigado à IKEA! - See more at: http://www.iacrianca.pt/index.php/atualidades/eventos/item/749-sessoes-ludico-pedagogicas-sobre-direitos-e-deveres-da-crianca-e-entrega-de-peluches-da-ikea#sthash.VG4crkLt.dpuf

 

Peluches

Peluches2

Peluches3

Colóquio "Os Direitos da Criança"

O Instituto de Educação da Universidade de Lisboa vai organizar no dia 28 de novembro de 2014, pelas 14h, o colóquio alusivo ao tema "Os Direitos da Criança", no âmbito do 25º aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança.

Este evento contará com a presença da Dra. Dulce Rocha, Vice-Presidente do IAC.

25º aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança

O Fórum Sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens vai comemorar o 25º aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança no próximo dia 20 de novembro de 2014, pelas 14.30h , na sala do Senado da Assembleia da República.

Programa (pdf)

IAC participa no III Encontro Intermunicipal das CPCJ's da Zona Norte do distrito de Leiria - Educar Hoje

No dia 31 de outubro realiza-se o III Encontro Intermunicipal das CPCJ´s da Zona Norte do Distrito de Leiria em Castanheira de Pêra. O Encontro é subordinado ao tema " Educar Hoje" e conta com a participação da Dra. Melanie Tavares (Coordenadora da Mediação Escolar do IAC). De 21 de outubro a 9 de novembro estará patente ao público, na Casa do Tempo, em Castanheira de Pêra, a exposição Crianças no Mundo - com Direitos do IAC.

 

 

Tertúlia "Os espaços de vida das crianças e dos jovens: a casa"

O Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens tem o prazer de o/a convidar para a tertúlia do II ciclo de tertúlias com o tema “Os espaços de vida das crianças e dos jovens: a casa". Este encontro decorre no próximo dia 30 de setembro, pelas  15h00, no Auditório Rainha Sonja da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa

Tendo em conta o número limitado de lugares, solicita-se confirmação para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

SEMINÁRIO PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL – DA ESCALA LOCAL À ESCALA GLOBAL

O Fórum Não Governamental para a Inclusão Social (FNGIS) é atualmente um agente associativo de caráter intersetorial e inter-institucional, que pode funcionar como plataforma de interlocução entre o setor não governamental e as entidades e estruturas governamentais responsáveis pelas políticas do âmbito da inclusão social. É no pleno cumprimento deste seu objeto social que o FNGIS lançou o desafio à presente iniciativa.  O presente seminário pretende levar à discussão diferentes níveis e estratégias da participação da sociedade civil, assumindo-a como elemento fulcral de uma sociedade democrática;

• Uma estratégia de âmbito local de aposta no desenvolvimento de uma comunidade através de parcerias entre múltiplos agentes e sempre pressupondo o envolvimento das populações nas decisões

• Uma estratégia, de âmbito nacional, de reunião de organizações da sociedade civil que em conjunto congregam as suas missões apelando à abertura do sistema político à participação da sociedade civil.

• Uma dinâmica europeia que, através de um organismo político central, disponibiliza e promove um canal de cidadania.

• Uma iniciativa de um conjunto de organizações da sociedade civil que traz a público a problematização da implementação a nível local de uma Agenda global de desenvolvimento.

Estas experiências unem-se pela sua definição enquanto veículos de participação da sociedade civil.

 O Instituto de Apoio à Criança é membro da FNGIS e estará representado neste seminário pela Dra. João Malho que apresentará uma comunicação no painel Fórum Não Governamental para a Inclusão Social, no dia 10 de outubro, pelas 15 horas.

PROGRAMA

INSCRIÇÃO

 

Congresso Nacional: Realidades e Desafios no 25ª Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança: o caso português

Fiel à sua tradição de universidade pioneira no estudo dos direitos da criança e no desenvolvimento dos Estudos da Criança, a Universidade do Minho organiza, a partir das suas unidades orgânicas Instituto de Educação e Escola de Direito, o Congresso Nacional: Realidades e Desafios no 25ª Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança: o caso português, nos dias 25 e 26 de setembro 2014, no auditório da Escola de Direito, Universidade do Minho, Campus de Gualtar, em Braga.

Em 20 de novembro deste ano comemoram-se 25 anos da aprovação pela Assembleia Geral das Nações Unidas da Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC). A CDC corresponde a um significativo avanço na conceção contemporânea da geração infantil, na promoção da cidadania da infância e na consideração das crianças como sujeitos de direitos. É, ademais, o documento de direito internacional de mais alargado reconhecimento e adoção em todo o mundo. Não obstante, constata-se uma profunda contradição entre o que a CDC propõe e aquilo que, na prática, é aplicado. Um quarto de século é um período suficientemente alargado para por em destaque as virtualidades da CDC, bem como as suas insuficiências e desatualizações numa sociedade globalizada, cosmopolita, multicultural e profundamente desigual como é a nossa.

Em todo o mundo, a reflexão conjunta da academia com os movimentos e organizações agem as crianças, com vista a propor adequações e melhorias nos quadros normativos existentes e a reforçar com maior conhecimento o sentido das ações empreendidas por organizações e agentes que intervêm nos mundos sociais promotores dos direitos da criança sobre a CDC estará, neste ano, inscrita na agenda dos debates sociais e políticos mais importantes. Por isso serão intensificados as iniciativas que visam avaliar as políticas públicas para a infância e as realidades sociais e culturais em que vivem e sociais e institucionais das crianças. É nesse quadro que terá lugar lugar, no México, o VI Congresso Mundial por los Derechos da Infancia e da Adolescencia, promovido por uma ampla rede institucional de universidades e ONG de todo o mundo (APPIA), bem como congressos nacionais preparatórios, incidentes na realidade de cada país.

O congresso organizar-se-á em conferências plenárias, mesas-redondas e sessões temáticas. A vice-presidente do IAC, Dra. Dulce Rocha, participará na mesa-redonda sobre "Direitos de Sobrevivência e Desenvolvimento" , no dia 25, às 11h30.

Para mais informações sobre o congresso consulte AQUI

Largo da Memória, 14, 1349-045 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.