Eventos

Encontro Comemorativo dos 20 Anos da Rede Construir Juntos

No dia 30 de junho, assinalou-se os 20 Anos da Rede Construir Juntos (RCJ), com a realização de um Encontro Comemorativo, que decorreu no Auditório do Instituto Português do Desporto e Juventude, em Lisboa. A sessão de abertura contou com a presença de Manuela Eanes - Presidente Honorária do IAC, Augusto Fontes Baganha - Presidente do Conselho Diretivo do IPDJ, Hugo Carvalho – Presidente do Conselho Nacional da Juventude e José António Vieira da Silva – Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Manuela Eanes, no seu discurso sábio, salientou que uma das grandes prioridades da Europa tem de ser o Social, num trabalho responsável e humanizado, enfatizando a importância que a constituição da Rede Construir Juntos teve para a promoção da intervenção, não só do IAC mas também das demais entidades parceiras. Vieira da Silva evidenciou a enorme importância de se estabelecer um diálogo aberto com as redes da sociedade civil, numa lógica de cooperação com os poderes instituídos. Terminada a sessão de abertura, um grupo de jovens subiu ao palco para ofertar a cada um dos presentes uma flor, portadora das suas mensagens, como símbolo da sua Voz. Seguiu-se depois um Momento Musical com a atuação de representantes da Rede Juvenil Crescer Juntos. O 1º painel - “20 Anos a Construir Juntos” teve a participação de Matilde Sirgado, Coordenadora do IAC - Projecto Rua, Paula Nobre de Deus da Direção da Associação Chão dos Meninos de Évora e Carlos Caixas, Psicólogo e consultor para a intervenção profissional de pessoas vulneráveis. Matilde Sirgado levou-nos numa “viagem “ pelas várias etapas do crescimento da RCJ, com “escala” obrigatória em momentos fulcrais da vida desta Rede. Convidando-nos a participar num “regresso ao passado”, recordou o momento de formalização pública da Rede, destacou a tipologia de acções levadas a cabo, demonstrando a capacidade que esta Rede sempre demonstrou em antecipar respostas adequadas aos problemas sociais emergentes, promovendo a transferibilidade de metodologias a nível nacional e internacional, reforçando a inevitabilidade do trabalho em parceria. Frisando a importância do registo de todos os momentos que ajudaram a Rede a crescer, Paula Nobre de Deus desafiou os presentes a “regressar ao futuro”, a renovar o compromisso de partilha, a ligar esta Rede a outras redes por forma a ter uma visão concertada dos problemas e a assumir uma postura de lobby para que possamos ter uma política pública, para as crianças/jovens e suas famílias, que garanta uma transversalidade necessária no âmbito dos Direitos. Carlos Caixas proferiu a comunicação: “Construir Juntos(,) o Portugal Social e a Europa”. Recordou a importância que a RCJ teve para o crescimento da ArteNave de Moimenta da Beira. Abordou a necessidade de financiamento das redes para que possam efetivar o seu trabalho e que os projetos deveriam ser tomados pelas instituições e não por pessoas. No período da tarde, Paula Duarte, Coordenadora do IAC - Fórum Construir Juntos em Coimbra, Alexandre Gencer e Maria Lopes - Representantes da Rede Juvenil - abordaram o tema “Rede Juvenil Crescer Juntos – Os Jovens como Agentes de Mudança”. Paula Duarte fez um balanço dos sete anos de Rede Juvenil e evidenciou a importância/dedicação do trabalho desenvolvido pelos jovens da Rede Juvenil Crescer Juntos (RJCJ). Alexandre Gencer partilhou com os presentes as mais valias de pertencer a uma rede, na qual os jovens tem uma participação ativa em todo o processo e se sentem representados. Considerou ainda que é pertinente que todas as instituições tenham conhecimento do trabalho umas das outras para que possam ser mais eficazes e não duplicar ações. Maria Lopes deu o seu testemunho, enquanto membro da Rede Juvenil, conseguindo passar a mensagem de uma forma emotiva e criativa. A Coordenadora do Núcleo da EAPN de Lisboa, Maria Joaquina Madeira, apresentou uma comunicação sobre “O Valor Acrescentado do Trabalho em Rede”. Realçou que as instituições desenvolveram novas competências que só são possíveis com um trabalho em rede e que alguns dos problemas se resolvem inovando. Considerou que esta Rede é uma rede vitoriosa pois contempla a ação humana, os afetos, a cooperação e a coragem de inovar. Hermano Carmo, Professor Catedrático, abordou a temática “As Parcerias na Educação para a Cidadania”. Referiu que não é possível lidar sozinho com problemas complexos. Daí a importância de um cidadão, para exercer o seu dever de cidadania, ser autónomo, solidário e socialmente responsável. Para concluir referiu que a “chave da sustentabilidade de qualquer parceria está na capacidade de ser autêntica, ou seja a sua prática tem de corresponder à sua retórica”. Paulo Teixeira, Consultor Logframe – Consultoria e Formação -falou sobre a “RCJ – Que perspetivas para o Futuro?”. Referiu que estamos num contexto de mudança nas formas de pensar e agir na área social. Neste sentido, considerou a RCJ um bom exemplo de resiliência e de adaptabilidade. Para o futuro, considerou que a Rede deverá ser sustentável, ganhar escala, ter aumento de eficiência e eficácia, de forma a responder rapidamente a novos desafios. Neste sentido, as redes não são uma opção, mas sim uma inevitabilidade. Na sessão de encerramento, contámos com a presença de Dulce Rocha-Presidente do IAC, Cinelândia Cogumbreiro Presidente do IAC Açores, José Carreiro - Presidente do CASLAS –Lagos, João Afonso - Vereador dos Direitos Sociais CML, Pedro Folgado - Diretor do Departamento da Juventude do IPDJ e João Paulo Rebelo - Secretário de Estado da Juventude e do Desporto. Foi dado ênfase ao facto de a RCJ, nos seus projetos, dar voz aos jovens, respeitando o direito à participação e opinião das crianças, numa lógica de empoderamento da juventude. Em jeito de conclusão e, como afirmou Hugo Carvalho, ”olhar para a descendência de uma rede é olhar para o futuro”. Paralelamente à realização do Encontro, esteve patente ao público uma exposição, sobre o percurso da Rede ao longo de duas décadas, ilustrada com imagens das atividades mais emblemáticas. Considerou-se ainda importante e oportuno, pela temática abordada, a divulgação do livro Crianças em Situação de Rua: O caso do IAC – Projecto Rua “Em Família para Crescer”, da autoria de Matilde Sirgado.
Salienta-se ainda a amável colaboração da Casa Pia de Lisboa, que proporcionou um saboroso coffee break servido pelos seus alunos.
28 Jul.
Intercâmbio Anual da Rede Juvenil Crescer Juntos

Intercâmbio Anual da Rede Juvenil Crescer Juntos

O Intercâmbio Anual da Rede Juvenil Crescer Juntos decorreu na Quinta das Águas Férreas, em Caneças, de 5 a 7 de julho de 2017, numa coorganização do IAC - Projecto Rua e IAC – Fórum Construir Juntos, setores do IAC, responsáveis pela mediação nacional da Rede Construir Juntos e contou com a participação de 33 jovens e 10 técnicos. Este ano, o projeto da Rede Juvenil esteve subordinado ao tema “Orientação Vocacional e Profissional/ Empregabilidade/ Empreendedorismo”. Durante o ano, os Polos envolvidos no projeto - Coimbra, Braga, Lagos, Lisboa e Évora - trabalharam a temática com os jovens que acompanham. Neste âmbito, desenvolveram diversas atividades: reflexão sobre a temática e sobre as aptidões, os sonhos e as expetativas de cada um; conhecimento de novas profissões e respetivas competências necessárias; visitas a incubadoras de empresas, feiras de profissões, empresas, entre outras…, o que permitiu contactar com diferentes percursos formativos e profissionais. No dia 5 e, após a chegada à Quinta das Águas Férreas, deu-se início ao programa com animadas atividades de apresentação e de quebra-gelo o que permitiu que todos os participantes se ficassem a conhecer. De seguida, deu-se início à apresentação dos trabalhos desenvolvidos nos diferentes Polos. De ano para ano, é de salientar que os trabalhos vêm apresentando maior qualidade, assim como os jovens mostram mais facilidade e à vontade na apresentação dos mesmos. À noite, realizou-se uma mostra de filmes solidários produzidos pela e Help Images que dinamizou um debate e a partilha de ideias sobre assuntos que tocam a todos, nomeadamente o desenvolvimento sustentável e o respeito por nós e pelos outros. O dia 6 foi dedicado a visitar Lisboa. No centro da capital, os jovens percorreram as muralhas do Castelo de S. Jorge, visitaram o Museu Arqueológico e realizaram o Profissões Paper pelas ruas da baixa pombalina. Em pequenos grupos descobriram locais, curiosidades e profissões, algumas conhecidas outra nem tanto… Alguns reclamaram da exigência da caminhada, mas depressa perceberam que o mergulho nas riquezas da cidade apenas se pode fazer a pé. No dia seguinte e antes dos choros de despedidas, foi o momento refletir sobre os temas que gostariam de tratar em 2018. Em brainstormig, selecionaram diferentes temáticas. Tendo em conta as várias ideias apresentadas pelos grupos, chegámos ao tema “Eu e os Outros a CreScER”. O objetivo é que partindo dos direitos e deveres de cada criança/jovem se possa refletir sobre as ideias e preocupações lançadas nos grupos de trabalho de modo a que se possa trabalhar aspetos como o Saber, Saber Fazer, Saber Ser, Saber Estar para que os jovens sintam que estão a crescer trabalhando o SER valorizando a importância do “EU” e o “EU” na relação com os outros. Em síntese, foram 3 dias muito intensos em que o trabalho e o lazer estiveram a par. No final, ficaram todos mais ricos de conhecimentos, de amizades e de afetos...

Village Coupain du Monde, França

À semelhança de anos anteriores, o Secour Populaire Français, convidou o IAC para participar com 5 crianças, na Village Coupain du Monde que terá lugar em França entre 17 e 23 de julho 2017, do Programa fazem parte ateliers sobre os Direitos da Criança, atividades lúdico desportivas e as crianças serão convidadas a descobrir Versailles e Paris. A comitiva portuguesa, constituída por 3 raparigas e 2 rapazes, acompanhados pelo Bruno Pio e Leonor Martins do Projecto Rua do Instituto de Apoio à Criança, vai dinamizar uma das "Noites dos Países", com a partilha de um pouco da cultura portuguesa, o fado que será cantado por uma menina e também levamos uns souvenirs para as outras crianças, um marcador de livros em forma de sardinha. Fica ainda a informação de que o Secour Populaire Français criou um Blog (Village Coupain du Monde) para podermos acompanhar esta experiência fantástica que as crianças de vários países do Mundo vão viver. Obrigado Secour Populaire Français, pela oportunidade! http://spf.typepad.com/villagecdm78/

II Jornadas para a Promoção do Sucesso Educativo

Na sequência de um ciclo de ações de formação sobre "Intervenção com Jovens Multidesafiadores" que a equipa do Projecto Rua promoveu no Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja, Odivelas, fomos convidados a participar nas II Jornadas para a Promoção do Sucesso Educativo organizadas por este agrupamento no dia 20 de julho. Isabel Duarte vai representar o IAC no Painel "Cuidar De Nós". Consultar o PROGRAMA.

Praxe Solidária no IAC- Projecto Rua

No âmbito das atividades da praxe académica,46 caloiros e entidades praxantes do curso de Sociologia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa, realizaram na passada tarde do dia 8 de março, uma iniciativa de cariz solidário no Instituto de Apoio à Criança-Projecto Rua. Assim, na equipa do Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil-zona centro, os alunos muniram-se de luvas, ancinhos, enxadas, rolos e tinta e meteram mãos à obra, na limpeza do logradouro e pintura de muro. Foi uma tarde cheia de energia, e como profissionais asseguram limpeza, desbaste, eliminação de ervas indesejáveis, poda e transplantação de plantas. O grupo dividiu-se em diferentes equipas, foram-lhe atribuídas tarefas e com espirito jovial, não faltou o bom humor, entusiasmo e o trabalho inter-equipas. Com esta iniciativa ficou demonstrado que a praxe pode ser união, solidariedade, diversão e acima de tudo sinónimo de responsabilidade social. O Instituto de Apoio à Criança-Projecto Rua louva esta ação, considerando-a uma boa prática de empreendedorismo social e agradece a tinta, o trabalho e empenho de todos os que participaram, proporcionando desta forma uma melhoria das condições do pátio que serve de suporte à equipa, na intervenção que é desenvolvida com as crianças, jovens e famílias acompanhadas.

 

fotopraxe

fotopraxe2

fotopraxe3

 

I Jornadas Plataforma PAJE (Plataforma de Apoio a Jovens Ex-Acolhidos)

Vão decorrer no dia 28 de abril, no auditório da Faculdade de Psicologia da Universidade de Coimbra, as  I Jornadas Plataforma PAJE (Plataforma de Apoio a Jovens Ex-Acolhidos)

Em representação do IAC irá estar presente Paula Duarte, do setor do Fórum Construir Juntos do IAC, que irá moderar dois painéis.

PROGRAMA

IAC com Ensino a Distância

No passado dia 12 de setembro foi o primeiro dia de aulas para as alunas integradas na modalidade de oferta educativa do Ensino a Distância, fruto de um protocolo estabelecido entre o IAC e a Escola Secundária de Fonseca Benevides.

O insucesso e abandono escolares são algumas das principais problemáticas identificadas junto da população mais jovem do Bairro Dr. Alfredo Bensaúde, especialmente agravadas no que respeita às raparigas que, por questões culturais são impedidas pelos seus pais de prosseguir os estudos.

Ensino

Assim, perante este diagnóstico, o Projecto Rua, com a colaboração de parceiros e de entidades externas, tornou este projeto real para um grupo de 11 raparigas de etnia cigana, com idades compreendidas entre os 13 e os 16 anos.

Ultrapassada esta etapa, outros desafios se seguem, tais como manter a motivação e assiduidade do grupo para que cheguem ao fim com bons resultados!

Intervenção com Jovens Multidesafiadores

No âmbito de um Círculo de Encontros promovido pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Amadora, a equipa do Projecto Rua foi convidada a ministrar uma Ação de Formação dirigida a professores e técnicos especializados das escolas sobre o tema " Intervenção com Jovens Multidesafiadores". A ação visa ajudar a compreender e a refletir sobre o comportamento desafiante das crianças e dos jovens na atualidade e realiza-se nos dias 25 de maio, 1,8 e 15 de junho, na Escola Secundária Fernando Namora, Amadora.

A importância do papel dos GAAF na Escolas

A Dra. Melanie Tavares participará na 5ª sessão dos IV Ciclos Temáticos de Intervenção Psicossocial, no dia 18 de maio, na Sala Nau do Palácio Valenças, em Sintra. A sessão debruça-se sobre a importância do papel dos GAAF na Escolas e conta, também, com a participação do Agrupamento de Escolas Agualva - Mira Sintra.

O modelo destes IV Ciclos compreende a intervenção de oradores convidados por cada sessão, sucedida por debate alargado à audiência. O Centro Social da Sagrada Família e A Creche Sempre em Flor são as entidades promotoras e as temáticas destinam-se a profissionais que desenvolvem a sua atividade profissional na área da intervenção social.

Sessões lúdico-pedagógicas sobre “Direitos e Deveres da Criança” e entrega de peluches da IKEA

No âmbito do trabalho realizado junto da Escola EB1 nº 54 do Bairro do Condado, pela equipa do Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil – zona oriental e na Escola EB1 Santa Maria dos Olivais, pela equipa do Centro de Apoio Comunitário, temos dinamizado sessões lúdico-pedagógicas nas diversas turmas, sobre a temática “Direitos e Deveres da Criança”. Em cada período ao longo do ano letivo foi trabalhado um subtema. Assim, no 1º período a sessão versava sobre “As emoções”, no 2º período sobre “Os comportamentos” e no 3º período iniciámos a realização de um atelier. Trata-se da construção dum “Jogo do galo” sobre os direitos e deveres da criança.

Após a conclusão deste trabalho é dirigido às crianças um conjunto de questões com base na dinâmica dos cartões verde (p/concordo) e vermelho (p/ não concordo), perante as quais é possível avaliar os conhecimentos adquiridos ao longo de todas sessões realizadas anteriormente, uma vez que todas as turmas são abrangidas pelas 3 sessões referidas. Esta é a metodologia que nos acompanha no desenvolvimento deste trabalho ao nível da prevenção, no entanto, este ano letivo podemos contar com mais um “pequeno grande” gesto que para além de valorizar e reforçar o nosso trabalho, enche de sorrisos os rostos dos mais pequeninos. Graças à preciosa colaboração da IKEA, através da Campanha de Peluches para a Educação (decorrida no período natalício), o IAC enquanto entidade escolhida para beneficiar deste apoio, recebeu deliciosos peluches que tem vindo a ser distribuídos personalizadamente a cada criança no final das referidas sessões.

Para as crianças do pré-escolar a distribuição dos peluches será feita aquando da dinamização da animação de intervalo, no âmbito das atividades do Dia Mundial da Criança. O nosso muito obrigado à IKEA! - See more at: http://www.iacrianca.pt/index.php/atualidades/eventos/item/749-sessoes-ludico-pedagogicas-sobre-direitos-e-deveres-da-crianca-e-entrega-de-peluches-da-ikea#sthash.VG4crkLt.dpuf

 

Peluches

Peluches2

Peluches3

Largo da Memória, 14, 1349-045 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.