Eventos

SEMINÁRIO PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL – DA ESCALA LOCAL À ESCALA GLOBAL

O Fórum Não Governamental para a Inclusão Social (FNGIS) é atualmente um agente associativo de caráter intersetorial e inter-institucional, que pode funcionar como plataforma de interlocução entre o setor não governamental e as entidades e estruturas governamentais responsáveis pelas políticas do âmbito da inclusão social. É no pleno cumprimento deste seu objeto social que o FNGIS lançou o desafio à presente iniciativa.  O presente seminário pretende levar à discussão diferentes níveis e estratégias da participação da sociedade civil, assumindo-a como elemento fulcral de uma sociedade democrática;

• Uma estratégia de âmbito local de aposta no desenvolvimento de uma comunidade através de parcerias entre múltiplos agentes e sempre pressupondo o envolvimento das populações nas decisões

• Uma estratégia, de âmbito nacional, de reunião de organizações da sociedade civil que em conjunto congregam as suas missões apelando à abertura do sistema político à participação da sociedade civil.

• Uma dinâmica europeia que, através de um organismo político central, disponibiliza e promove um canal de cidadania.

• Uma iniciativa de um conjunto de organizações da sociedade civil que traz a público a problematização da implementação a nível local de uma Agenda global de desenvolvimento.

Estas experiências unem-se pela sua definição enquanto veículos de participação da sociedade civil.

 O Instituto de Apoio à Criança é membro da FNGIS e estará representado neste seminário pela Dra. João Malho que apresentará uma comunicação no painel Fórum Não Governamental para a Inclusão Social, no dia 10 de outubro, pelas 15 horas.

PROGRAMA

INSCRIÇÃO

 

Congresso Nacional: Realidades e Desafios no 25ª Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança: o caso português

Fiel à sua tradição de universidade pioneira no estudo dos direitos da criança e no desenvolvimento dos Estudos da Criança, a Universidade do Minho organiza, a partir das suas unidades orgânicas Instituto de Educação e Escola de Direito, o Congresso Nacional: Realidades e Desafios no 25ª Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança: o caso português, nos dias 25 e 26 de setembro 2014, no auditório da Escola de Direito, Universidade do Minho, Campus de Gualtar, em Braga.

Em 20 de novembro deste ano comemoram-se 25 anos da aprovação pela Assembleia Geral das Nações Unidas da Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC). A CDC corresponde a um significativo avanço na conceção contemporânea da geração infantil, na promoção da cidadania da infância e na consideração das crianças como sujeitos de direitos. É, ademais, o documento de direito internacional de mais alargado reconhecimento e adoção em todo o mundo. Não obstante, constata-se uma profunda contradição entre o que a CDC propõe e aquilo que, na prática, é aplicado. Um quarto de século é um período suficientemente alargado para por em destaque as virtualidades da CDC, bem como as suas insuficiências e desatualizações numa sociedade globalizada, cosmopolita, multicultural e profundamente desigual como é a nossa.

Em todo o mundo, a reflexão conjunta da academia com os movimentos e organizações agem as crianças, com vista a propor adequações e melhorias nos quadros normativos existentes e a reforçar com maior conhecimento o sentido das ações empreendidas por organizações e agentes que intervêm nos mundos sociais promotores dos direitos da criança sobre a CDC estará, neste ano, inscrita na agenda dos debates sociais e políticos mais importantes. Por isso serão intensificados as iniciativas que visam avaliar as políticas públicas para a infância e as realidades sociais e culturais em que vivem e sociais e institucionais das crianças. É nesse quadro que terá lugar lugar, no México, o VI Congresso Mundial por los Derechos da Infancia e da Adolescencia, promovido por uma ampla rede institucional de universidades e ONG de todo o mundo (APPIA), bem como congressos nacionais preparatórios, incidentes na realidade de cada país.

O congresso organizar-se-á em conferências plenárias, mesas-redondas e sessões temáticas. A vice-presidente do IAC, Dra. Dulce Rocha, participará na mesa-redonda sobre "Direitos de Sobrevivência e Desenvolvimento" , no dia 25, às 11h30.

Para mais informações sobre o congresso consulte AQUI

COMUNICADO DA DIREÇÃO DO IAC - Instituto de Apoio à Criança recebe o Prémio Direitos Humanos da Assembleia da República

Foi com enorme satisfação e orgulho que a Direção do IAC tomou conhecimento da decisão da Assembleia da República de atribuir ao Instituto da Criança o Prémio de Direitos Humanos 2014, a qual foi votada por unanimidade na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

O Instituto de Apoio à Criança foi fundado em 1983 e desde então tem pautado a sua atividade pelo propósito de promover os Direitos da Criança, desenvolvendo projetos inovadores nos princípios e na metodologia, no sentido do combate à violência, à pobreza e à discriminação, como o “SOS Criança” e o “Projecto Rua”, em parceria com outras instituições e tem procurado sempre debater temas da maior atualidade, sendo hoje uma referência na sociedade portuguesa.

Esta honrosa distinção ocorre num momento especial, em que se comemoram os 25 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança, que o IAC assinalou recentemente com uma Conferência, pelo que provocou um duplo regozijo e motivação para a causa da criança.

Na medida em que constitui um reconhecimento do mérito do trabalho desenvolvido pelo Instituto ao longo de 31 anos, a Direção quer aproveitar este momento para acrescentar à alegria do Prémio um Louvor pelo empenho de todos quantos integram a Equipa IAC.

Todos juntos pela Dignidade da Criança, continuaremos o nosso caminho pela Defesa dos Direitos Humanos!

Conferência “Da coadoção e da adoção conjunta por casais do mesmo sexo”

coadoo

No próximo dia 30 de maio, às 14h00, realizar-se-á a Conferência “Da coadoção e da adoção conjunta por casais do mesmo sexo”no Auditório ED0009 da Escola de Direito da Universidade do Minho em Braga.

Esta conferência contará  com a participação da Vice-presidente do IAC, Dra. Duce Rocha que falará sobre "A consagração legal dos direitos, como estratégia na defesa da criança, no 25.º aniversário da sua Convenção"

 

 

 A entrada é livre mas sujeita a inscrição través do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Exposição “Anne Frank: uma história para hoje” inaugura no dia 5 de Maio

Esta exposição conta com o apoio do Instituto de Apoio à Criança. A Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, irá estar presente na inauguração da exposição «Anne Frank: uma história para hoje»

anne

Programa aqui

 

Prémio Mexia de Almeida 2013

premio mexia

José Brito Soares, coordenador do CEDI – Centro de Estudos, Documentação e Informação sobre a Criança, representará o Instituto de Apoio à Criança na cerimónia de entrega da 1ª Edição do Prémio Mexia de Almeida 2013, que decorrerá no sábado dia 5 de abril, pelas 10h, na Sociedade Histórica e da Independência de Portugal, Lisboa.

O Prémio Mexia de Almeida pretende distinguir trabalhos que visam a componente social e comunitária das profissões na área da Saúde, particularmente à Saúde Oral, contribuindo para o incentivo da compreensão das questões sociais e comunitárias ligadas à Saúde.

A cerimónia é organizada pelo Centro de Estudos Mundo a Sorrir (CEMAS).

Exibição e debate sobre o filme J.A.C.E. ( just another confused elephant) no cinema City Alvalade

jacedois

No dia 29 de Março haverá uma sessão especial com exibição do filme “J.A.C.E.” às 11h00, precedido de um debate às 10h00 com a presença de representantes do Instituto de Apoio à Criança, Observatório de Tráfico de Seres Humanos e Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco.

O filme “J.A.C.E.” estreia no próximo dia 27 de março no Cinema City Alvalade (Lisboa) e ficará em exibição até dia 2 de abril com sessão sempre às 19h00. O filme é uma coprodução portuguesa com a Grécia, Turquia e Macedónia, realizada por Menelaos Karamaghiolis e com a participação especial de Diogo Infante.

Este filme narra as histórias de uma criança raptada por uma rede internacional de tráfico de menores, de um polícia que durante uma vida inteira procura encontrar estas crianças e de um perigoso submundo nos bastidores do circo. A síndrome de J.A.C.E (Just Another Confused Elephant) explica como jovens elefantes, crescendo órfãos, em condições de cativeiro, e privados do modelo paternal, se tornam particularmente agressivos e perigosos.

Cinema City Alvalade (Lisboa): debate às 10h e filme às 11h

Av. De Roma, 100

1700-352 Lisboa

Bilheteiras:+351 218413040

E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

Tertúlia "Os espaços de vida das crianças e dos jovens: redes virtuais"

O Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens tem o prazer de o/a convidar para a Tertúlia acerca dos usos (e abusos) do universo online, por parte dos mais jovens, por ocasião do Dia Mundial da Internet Segura. Serão analisadas as questões ligadas à protecção de dados, da identidade, mas também ao uso destas ferramentas como forma lúdica e pedagógica.

Irá decorrer no próximo dia 26 de fevereiro de 2014 às 18h00 no Teatro Rápido sito na R. Serpa Pinto. 14 – Lisboa.

Evento no facebook: https://www.facebook.com/#!/events/587931094625283/?fref=ts

convite tertulia fev2014

 

 

 

3.ª edição do Prémio "Os Direitos da Criança em Notícia"

cabealhopremio 
 
O Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens e o Montepio convocam os profissionais da comunicação social portuguesa para a 3.ª edição do Prémio Os Direitos da Criança em Notícia. O Prémio Os Direitos da Criança em Notícia destina-se a reconhecer as abordagens jornalísticas que, em crónicas, reportagens ou entrevistas nas áreas da Imprensa, Rádio e Televisão, tenham em conta a promoção e divulgação dos direitos da criança, numa perspetiva crítica, pluralista e inclusiva, sem comportar riscos para as crianças nem no presente, nem no futuro.
 
 
 
 

 
 
Largo da Memória, 14, 1349-045 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.