Notícias

25 de Maio: Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

 

miasotis

 

Mais uma vez, neste dia 25 de maio, Dia Internacional das Crianças Desaparecidas, queremos recordar todas as Crianças que se encontram numa situação vulnerável em risco de exploração sexual por terem sido raptadas, retiradas do seu ambiente familiar, em fuga das suas casas ou das instituições de acolhimento.

Desde 2003, o Instituto de Apoio à Criança, anualmente, assinala este dia de forma a sensibilizar a comunidade para este flagelo.

A União Europeia criou um número único para as Crianças Desaparecidas - 116 000, que em Portugal foi atribuído ao IAC, a que já aderiram 25 países da EU.

Este ano, ensombrado pelos recentes raptos de mais de 200 meninas nigerianas, a Missing Children Europe (Federação Europeia contra o Desaparecimento e Exploração Sexual de Crianças), que o IAC integra, organiza a campanha Thunderclap, que se destina a divulgar o número nas redes sociais.

O Instituto de Apoio à Criança vem uma vez mais apelar à divulgação do número único europeu, por forma a que chegue a cada vez mais crianças e famílias, numa atitude preventiva, e com vista a que haja uma mensagem de esperança: é possível combater a exploração sexual, através do empenhamento da sociedade civil, das autoridades e órgãos de comunicação.

O Dia Internacional das Crianças Desaparecidas teve origem no facto de, no dia 25 de Maio de 1979, uma criança de 6 anos, Etan Patz, ter sido raptada em Nova York e ter desaparecido.

Nos anos que se seguiram, várias organizações começaram a assinalar esta data mas foi só em 1983 que o Presidente dos EUA declarou o 25 de Maio como o dia dedicado às Crianças Desaparecidas. Três anos mais tarde, 1986, esta data conheceu a dimensão internacional.

Na Europa, foi em 2002 que este dia foi assinalado pela Child Focus, ONG parceira belga, como uma experiência piloto, sob o patronato da Rainha da Bélgica. Em 2003, as iniciativas fizeram-se sentir na Alemanha e Bélgica, França, Holanda, Reino Unido (onde se dedica todo o mês à problemática dos desaparecidos), Polónia e República Checa.

O propósito da data é encorajar a população e a comunicação social a reflectir sobre todas as crianças que foram dadas como desaparecidas na Europa e no Mundo, e espalhar uma mensagem de esperança e solidariedade a nível internacional para com os pais e famílias que vivem este problema. Mas também levar as autoridades a reflectir na prevenção, nas estratégias a implementar em colaboração com as entidades responsáveis pela Educação, pela Justiça e pela Segurança. Pretende-se que este dia seja lembrado em todos os lares de todos os países em que seja necessária esperança para enfrentar este problema tão devastador.

Enquanto membro da Missing Children Europe, a Federação Europeia contra o Desaparecimento e Exploração Sexual de Crianças, estabelecida em 2001, sob os auspícios dos Euro-Comissários Nicole Fontaine e AntónioVitorino e que reúne 30 organizações não governamentais de 25 países europeus, o Instituto de Apoio à Criança foi convidado para liderar as acções de sensibilização e divulgação em Portugal.

Uma das iniciativas partilhadas entre parceiros da Federação é a utilização de um mesmo símbolo: a flor de miosótis, popularmente conhecida por “não me esqueças” ou “forget me not”. Este símbolo foi adoptado pela maioria dos países parceiros (excepto Dinamarca, Hungria, Irlanda e, Reino Unido, onde assume a luta pelos doentes de Alzeimer) e toma lugar nas diversas iniciativas de sensibilização junto de toda a sociedade.

Atento às oscilações e mudanças nas sociedades, o IAC nos seus 31 anos de trabalho tem procurado dar atenção especial à problemática da exploração sexual de menores e o seu desaparecimento, nomeadamente ao nível das parcerias com entidades que combatem este fenómeno, a nível nacional e internacional quer a nível institucional, como é o caso da Policia Judiciária e Interpol, quer ao nível das organizações não governamentais, como é o caso da congénere belga Child Focus – European Centre for Missing and Sexually Exploited Children, da inglesa Missing People, ou do Nacional Center for Missing and Sexually Exploited Children (EUA).

Nomeação da Relatora Especial das Nações Unidas para o Tráfico de Crianças, Prostituição Infantil e Pornografia

onu logo

A Presidente da Missing Children Europe, Maud de Boer-Buquicchio, foi nomeada Relatora Especial das Nações Unidas para o Tráfico de Crianças, Prostituição Infantil e Pornografia.

O IAC apoiou esta candidatura.

Junta-se em anexo as suas declarações relativas à nomeação como Relatora Especial das NU.

Declarações de Maud de Boer-Buquicchio

Parceria entre o IAC e o Projeto Europeu SSN (School Safety Net)

ssn 

 O Instituto de Apoio à Criança estabeleceu uma parceria com SSN ( School Safety Net) no âmbito do trabalho desenvolvido pela Mediação Escolar, cujo objetivo é prevenir o abandono escolar precoce por intermédio de uma abordagem integrada que se baseia na exploração de boas práticas desenvolvidas em projetos anteriores sobre

a)Identificação atempada de alunos de risco;

b)Integração de alunos migrantes;

c) Apoio a alunos com dificuldades de aprendizagem;

d) Prevenção de Bullying nas escolas.

O papel do IAC será

 - Disseminar o projeto, dando a conhecer os recursos e instrumentos disponibilizados pelo SSN nas escolas onde intervem;

-  Participar na troca de experiências e saberes durante e depois do projeto;

- Promover a informação do projeto na rede de contactos do IAC;

- Contribuir para a exploração e sustentabilidade dos resultados do projeto.

O SSN ( School Safety Net) é um projeto europeu já implementado na Turquia, Bélgica, Grécia, Roménia, Espanha e Itália, estando representado em Portugal pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco.

 DISSEMINATION REPORT

Campanha de Solidariedade: Clientes PT ajudam Instituto de Apoio à Criança

 

iac campanha pt foto fev2014

Consciente de que a responsabilidade social, enquanto base central da atividade empresarial, constitui um papel incontornável na promoção do bem-estar e do desenvolvimento socioeconómico, o MEO entrega a 15 Instituições Sociais mais de 200 mil euros, resultantes dos pontos trocados ou licitados em 2013 por clientes MEO membros do programa Pontos Telemóvel e da iniciativa Leilões de Solidariedade.

AMI, APPT21, Associação de Mulheres Contra a Violência, Associação Portuguesa Contra a Leucemia, Associação Salvador, Centro Comunitário São Cirilo, Dê Mais Coração – Movimento Daniela, Instituto de Apoio à Criança, Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral, Fundação Portuguesa ‘A Comunidade Contra a Sida’, Liga Portuguesa Contra o Cancro, Make a Wish, Novo Futuro, Refúgio Aboim Ascensão e Unicef são as 15 instituições a favor das quais os clientes MEO puderam trocar pontos e contribuir para aumentar a qualidade de vida de quem se encontra em situações de especial vulnerabilidade.

ACESSO À PÁGINA DO MEO PARA FAZER O SEU DONATIVO AO IAC E RECEBER OS PONTOS MEO.

 

Comunicado de imprensa

iac campanha pt foto 1
      

Sessão de Sensibilização : Os Direitos das Crianças (à luz da Legislação mais atual)

ana sottosessao

A Drª Ana Perdigão e a Drª Ana Sotto-Mayor do Serviço Jurídico do instituto de Apoio à Criança, irão dinamizar a Sessão de Sensibilização : Os Direitos das Crianças (à luz da Legislação mais atual), no dia 21 de fevereiro de 2014 na EAPN  Núcleo Distrital  Évora.

 

Campanhas de Solidariedade

logo lneg lneccascataapedsmontepio

Na época de Natal 2013, o IAC foi beneficiário de campanhas de solidariedade promovidas por diversas instituições, às quais deixamos aqui o nosso MUITO OBRIGADO !

Assim, através da iniciativa "Donativos de Natal" do Montepio, que desde 2007 opta por converter o dinheiro que gastaria em presentes de Natal para os seus funcionários e associados em donativos para instituições de solidariedade social, o IAC foi uma das dez instituições selecionadas, tendo recebido vinte mil euros de um total de duzentos mil euros doados.

A APEDS - Associação Portuguesa de Engenheiros para o Desenvolvimento Social, com o apoio do LNEC - Laboratório Nacional de Engenharia Civil, do LNEG - Laboratório Nacional de Energia e Geologia, e todos os seus colaboradores, levaram a cabo uma recolha de alimentos, brinquedos e livros infantis a favor do IAC.

Também a cadeia de restauração nacional Cascata Restaurantes contribuiu para que as nossas crianças tivessem um Natal com mais condições de bem-estar e dignidade.

 BEM  HAJAM!

 

Ajude a ajudar! Adquira o livro " As crianças da Europa falam ao Papa Francisco"

papaimagem

No dia 11 de dezembro de 2013, foi apresentado o livro “As crianças da Europa falam ao Papa Francisco” na Fundação Maria Ulrich em Lisboa. A Paulus Editora estabeleceu uma parceria com o Instituto de Apoio à Criança, para o qual vai reverter um euro por cada exemplar vendido.

 

Sinopse

“Esta publicação contém desenhos e mensagens para o Papa Francisco enviados por crianças que vivem nas periferias das cidades europeias, pertencentes a cada um dos 38 membros do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE). Com este livro, oferecido ao Santo Padre a 4 de setembro de 2013 e por ele assinado ao vivo na primeira página com uma bênção para as crianças europeias, quis-se prestar homenagem ao Papa Francisco com uma saudação dos mais pequeninos do nosso continente europeu, que agora tanto necessita de uma mensagem positiva e cheia de esperança, especialmente neste tempo de crise que arrasta consigo muitas dificuldades e desafios.”

 

 

 

Ao comprar o Livro “As crianças da Europa falam ao Papa Francisco”  está a oferecer um 1 euro ao IAC.

 

AJUDE-NOS A AJUDAR!

 

 

Portugal Maior

portugal maior

 

A Presidente do Instituto de Apoio à Criança, Dra. Manuela Eanes integra a Comissão Consultiva do

evento Portugal Maior www.portugalmaior.fil.pt‎, que decorrerá de 30 de Novembro a 8 de Dezembro

de 2013, na FIL. 
Mais se informa que o IAC está representado no stand da Direção-Geral da Saúde, assim como
irá

colaborar em atividades, designadamente na Rádio Aurora, através da participação de jovens

apoiados pelo IAC/Projeto Rua.


 

 

Comunicação da Vice-Presidente do IAC em Estrasburgo no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

Comunicado da Dra. Dulce Rocha, Vice Presidente do IAC, em Estrasburgo, no Council of Europe, no dia 17 de outubro, Dia Internacional para a  Erradicação da Pobreza. Esteve presente, também, a Isabel Porto, técnica do Projecto Rua, que foi inexcedível na sua ação de incentivo e apoio à jovem Jessica Oliveira, da Rede "Construir Juntos" e cuja comunicação irá figurar no Site do Conselho da Europa.

COMUNICAÇÂO

Comunicado da Direção do IAC, a propósito do aumento dos casos de maus tratos

O Instituto de Apoio à Criança, face às notícias preocupantes que nos últimos dias vieram a público sobre o aumento do número de maus tratos em crianças, com base em estudos da Sociedade Portuguesa de Pediatria, entende dever pronunciar-se, não apenas pela gravidade dos factos, mas sobretudo para mais uma vez sensibilizar a comunidade sobre as entidades a quem poderá dirigir-se, com vista à denúncia dessas graves violações dos Direitos da Criança e também com intuitos de prevenção.

Com efeito, os dados que agora foram tornados públicos revelam um aumento significativo dos casos de negligência e maus tratos detetados nos Serviços de Saúde e designadamente nos Hospitais, tendência que já era sentida há cerca de um ano, com especial destaque para dados fornecidos também pela Sociedade Portuguesa Pediatria no final do passado ano.

O Instituto de Apoio à Criança, que desde há 30 anos elegeu como sua prioridade as crianças em risco, em particular as crianças maltratadas e abusadas sexualmente, entende ser seu dever salientar que todos temos responsabilidades para com as nossas crianças, todos somos eticamente chamados a contribuir para que lhes seja permitido viver numa sociedade que respeite os seus direitos à integridade pessoal e à dignidade.

Neste contexto, e porque pese embora a adversidade da crise económica e financeira, que atravessamos, continua a não ser admissível a utilização da violência contra as crianças, que nada justifica, entendemos ser oportuno informar que, a nível do município existem já mais de 300 Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, que são entidades oficiais não judiciárias a quem deve ser participado qualquer caso que o comunicante considere em perigo.

Mais uma vez, entende o IAC ser adequado informar que dispõe de um Serviço da Apoio Jurídico e de duas linhas telefónicas de ajuda no SOS Criança, serviço anónimo e confidencial, criado em 1988 e que desde então já atendeu cem mil apelos. Estes serviços têm profissionais competentes e especializados no atendimento e encaminhamento dos casos que lhe são participados. A excelência do serviço SOS Criança mereceu-lhe, em 2007 o justo reconhecimento para atribuição dos Números Únicos Europeus, 116 111 e 116 000, sendo o último especialmente vocacionado para a Criança Desaparecida e Explorada Sexualmente.

Este Serviço já salvou muitas crianças, e queremos que continue a contribuir para que qualquer criança possa viver num mundo de mais felicidade e bem-estar, onde sinta que os seus direitos são respeitados e a sua dignidade é valorizada.

A violência contra a criança é inaceitável.

Decorre a nível mundial, uma campanha da Unicef “Tornar visível o invisível”, que visa a erradicação da violência contra a criança e o IAC associa-se, desta forma, a essa campanha, cumprindo a sua missão de defesa da criança e dos seus direitos.

A Direção do IAC

comunicado

Avenida da República, n.º 21 – 1050-185 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.