No âmbito da Educação para a Saúde, temos actualmente dois projectos em curso: “A Descoberta do Ser” na área da sexualidade e o “Kit Dói que Não Dói” na área do direito à informação e participação da criança.

"A Descoberta do Ser… o nascimento, a infância, a adolescência e o adulto” é um projecto de prevenção primária que visa promover a saúde, prevenir a doença e prevenir e modificar comportamentos de risco.

Objetivo Geral:

Capacitar os profissionais de educação para uma abordagem integrada da sexualidade em contexto de sala de aula.

Objetivos Específicos 1º Ciclo:

  • Estimular a expressão de sentimentos;
  • Promover o reconhecimento e a aceitação da imagem corporal;
  • Promover o reconhecimento das diferenças e semelhanças de géneros, aceitando-as como positivas e naturais;
  • Promover a compreensão do crescimento como um processo de mudança e transformações corporais e pessoais;
  • Estimular a aceitação e valorização da diferença;
  • Facilitar o reconhecimento da importância da comunicação, do afeto e da responsabilidade nas relações interpessoais;
  • Estimular a capacidade de dizer sim ou não, pedir ajuda e saber identificar situações de risco;
  • Promover a reflexão sobre a necessidade de adotar hábitos saudáveis e de acordo com as mudanças do corpo.
  • Prevenir situações de abuso sexual.

Objetivos Específicos 2º Ciclo:

  • Promover o reconhecimento e aceitação das mudanças do corpo como naturais e positivas;
  • Estimular a aceitação de novos sentimentos;
  • Incentivar o respeito pela diferença;
  • Promover o reconhecimento de diferentes tipos de relações afetivas – familiares, de amizade e amorosas;
  • Promover uma comunicação assertiva e adequada nos diferentes grupos a que se pertence;
  • Promover comportamentos protetores: higiene, consumo de substâncias, infeções sexualmente transmissíveis.
  • Prevenir situações de abuso sexual.

Objetivos Específicos 3º Ciclo:

  • Promover o reconhecimento e aceitação das mudanças do corpo como naturais e positivas;
  • Estimular a aceitação de novos sentimentos;
  • Promover a autonomia e a tomada de decisão com responsabilidade;
  • Incentivar o respeito pela diferença;
  • Promover o reconhecimento de diferentes tipos de relações afetivas – familiares, de amizade e amorosas;
  • Promover a compreensão da sexualidade como intrínseca ao ser humano;
  • Promover uma comunicação assertiva e adequada nos diferentes grupos a que se pertence;
  • Promover comportamentos protetores: higiene, consumo de substâncias, infeções sexualmente transmissíveis, métodos contracetivos.
  • Prevenir situações de violência, designadamente violência sexual e no namoro.
  • Prevenir a gravidez na adolescência.

Objetivos Específicos Secundário:

  • Promover a autonomia e a tomada de decisão com responsabilidade;
  • Incentivar o reconhecimento e respeito do espaço interpessoal;
  • Promover a compreensão da sexualidade como intrínseca ao ser humano;
  • Promover uma comunicação assertiva e adequada nos diferentes grupos a que se pertence;
  • Promover a importância da responsabilidade, dos afetos e do respeito nas relações amorosas e na sexualidade;
  • Promover comportamentos protetores: consumo de substâncias, violência, infeções sexualmente transmissíveis.
  • Prevenir situações de violência, designadamente violência sexual e no namoro.
  • Prevenir a gravidez na adolescência.

No terreno há alguns anos, tem levado o Sectores a diversos pontos do país e a trabalhar quer com crianças e jovens, quer com pais e profissionais de diferentes áreas.

Os módulos, conteúdos e actividades dos diferentes ciclos de ensino podem ser consultados no Booklet de Apresentação e para mais informações contacte-nos.

O Kit Dói que Não Dói, em fase de finalização, pretende, por um lado, fornecer os materiais lúdicos necessários para que as equipas de saúde possam informar de forma adequada as crianças e, por outro, disponibilizar ao público em geral folhetos explicativos dos diferentes procedimentos a que as crianças podem ser sujeitas em meio hospitalar, pensados de forma a que pais e cuidadores os possam utilizar como uma história que contam à criança.

Espera-se assim contribuir para que as equipas de saúde possuam material que responda às necessidades dos utentes e também alcançar um maior envolvimento de famílias e crianças nos cuidados de saúde que lhes são prestados, minimizando as consequências negativas que a estadia de uma criança no hospital pode ter.

Ler 3450 vezes
Largo da Memória, 14, 1349-045 LISBOA +351 213 617 880Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.