Carta da Criança nos Cuidados de Saúde Primários

A Carta da Criança Hospitalizada (CCH), adotada em 1988 em Leiden, Holanda, consagra os direitos da criança antes, durante e depois de um internamento hospitalar. O Sector da Humanização do Instituto de Apoio à Criança lançou, em 1996, a 1ª edição da CCH em Portugal com os objetivos de sensibilizar a comunidade em geral para os direitos da criança nos serviços de saúde e aumentar a literacia em saúde das crianças e famílias. Desde a 1ª edição, foram editados um total de 17 500 exemplares da Carta. A divulgação desta Carta teve um efeito muito positivo na humanização dos serviços de Pediatria Hospitalar, envolvendo todos os profissionais de saúde, as famílias e as crianças no seu cumprimento. Depois de anos percorridos em pediatrias dos hospitais proclamando os direitos das crianças nestes contextos, emergiu a vontade de sensibilizar profissionais, famílias e as próprias crianças para os seus direitos, no contexto dos cuidados de saúde primários que têm sido a prioridade em detrimento de internamentos e tratamentos em meio hospitalar. Assim, 2021 ficará marcado como o ano de lançamento da “Carta da Criança nos Cuidados de Saúde Primários”.

Carta da Criança nos Cuidados de  Saúde Primários aqui
Cartaz “Os Meus Direitos no Centro de saúde” aqui

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Relacionados

Intervenção