Recursos

Atividade Lúdica-Brincar

COVID-19

Coronavírus: Um Guia Prático para os mais Pequenos

Coronavírus: Um Guia Prático para os mais Pequenos

O que é o Coronavírus, sintomas, como se transmite, como te podes proteger.

Leia-o aqui.

Covid-19: Brincar com tarefas

Covid-19: Brincar com tarefas

Olá pessoal, agora passamos os dias todos em casa por causa do Coronavírus. Assim, podemos estar com os pais, ver desenhos animados e brincar… Neste momento, podemos brincar de diferentes maneiras, mas sempre com muito cuidado, por isso achámos divertido criar brincadeiras com tarefas que nos deixam mais seguros.

Leia-o aqui.

Covid-19: Estou de quarentena… E Agora?

Agora que estás de quarentena em casa, sabes o que podes fazer em conjunto com os teus pais? Aqui ficam algumas dicas.

Leia-o aqui.

Covid-19: Um Guia Informativo para os pais

Covid-19: Um Guia Informativo para os pais

O que é o Covid-19, quais os sintomas, o que fazer em caso de suspeita de infeção, prevenção.

Leia-o aqui.

CoronaVírus e Crianças em Serviços de Saúde

As crianças* não são pequenos adultos: diferem física e mentalmente dos adultos e reagem de diferentes formas. As políticas feitas para adultos não podem simplesmente ser transpostas para as crianças. A EACH apela a todos os governos, agentes políticos, funcionários de hospitais e outras unidades de saúde, bem como aos médicos, que respeitem as necessidades e os direitos das crianças no que diz respeito às consequências do Coronavírus, conforme estipulado na Carta da Criança Hospitalizada(CCH).
Leia-o aqui.

Aprendizagem @ Distância

Em virtude das limitações impostas pela Pandemia Covid-19, que vieram alterar as nossas vivências, nomeadamente no contexto académico, o sistema educativo viu-se confrontado com a necessidade de adotar medidas alternativas com vista a assegurar as aprendizagens das crianças e jovens. Assim, não obstante a atual conjuntura e com objetivo de atestar que todos os alunos continuassem a aprender, o ensino a distância constituiu-se como uma solução.
Leia-o aqui.

Crianças Desaparecidas

A Criança Desaparecida e a Linha 116 000

A Criança Desaparecida e a Linha 116 000

Em 2004, com o intuito de combater as situações de desaparecimento, rapto e abuso sexual, criou [o IAC – SOS-Criança] a valência do SOS-Criança Desaparecida, a que podem ter acesso através do número de telefone gratuito 116 000. Em Portugal, o número foi atribuído ao Instituto de Apoio à Criança, por despacho ministerial do Ministério da Administração Interna em agosto de 2007, e veio substituir o número 1410, criado em 25 de maio de 2004 para participar situações de Crianças Desaparecidas.O telefone 116 000 começou a funcionar em Portugal em 2008 e em 2009 é lançado em simultâneo em 10 Estados Membros.

Leia-o aqui.

Direitos da Criança

Direitos da Criança e deveres…

Todas as crianças têm direitos iguais seja qual for a sua etnia, género, língua ou religião! Este livro é sobre os Direitos da Criança e foi feito especialmente para ti.

Leia-o aqui.

Os Direitos da Criança

Versão para Crianças da Declaração Universal dos Direitos da Criança 1959. Leia-o aqui.

Exclusão Social

De Viva Voz pela Inclusão: Carta de Propostas das Crianças e Jovens

A presente Carta de Recomendações surge no âmbito do Projecto de “De Viva Voz pela Inclusão”, promovido pelo IAC e aprovado ao abrigo do Programa Nacional do Ano Europeu de Combate à Pobreza e Exclusão Social 2010. O referido Projecto centrou-se na temática da Pobreza e Exclusão Social das Crianças e Jovens, enquanto grupo especialmente vulnerável a esta problemática. Visando reflectir sobre o fenómeno da Pobreza Infantil (sua dimensão, causas e consequências), reforçando o impacto para a vida das Crianças e Jovens e simultaneamente procurando dar voz às suas percepções, experiências e recomendações, o Projecto adoptou uma modalidade de envolvimento e participação dos actores sociais – Crianças e Jovens, alguns dos quais directamente atingidos pelo problema.

Leia-o aqui.

2013 : Das Palavras aos Atos

2013 Das Palavras aos Atos…

A luta contra a pobreza: um desafio para a Europa.

Leia-o aqui.

Mala VIP: Vivacidade, inovação, participação

Mala VIP: Vivacidade, inovação, participação

O Instituto de Apoio à Criança, que tem por finalidade a defesa e a promoção dos Direitos da Criança e desde sempre se preocupou em escutar, dar voz e ter em conta as opiniões e as propostas das crianças e dos jovens entendeu conceber o Projeto “Mala VIP (Vivacidade, Inovação Participação) – uma ferramenta para a inclusão ”, certo de que este permite por um lado, capacitar as crianças e os jovens para o exercício da sua cidadania e por outro, incentivá-los a aprofundar e a tomar consciência sobre questões particulares de Direitos Humanos que afetam diariamente as suas próprias vidas. O referido Projeto, que contou com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa através do Regulamento de Atribuição de Apoios pelo Município de Lisboa (RAAML), foi assim, concebido com base no pressuposto de que é imperioso criar oportunidades para que todas as crianças e jovens, e em particular as que se encontram em situação de maior vulnerabilidade, possam ter acesso à informação, à reflexão, ao debate e à partilha de experiências e vivências diferentes das suas, facilitando-lhes a abertura a novos horizontes e opções de escolha e consequentemente a novas possibilidades de futuro.

Leia-o aqui.

IAC

A Path of Utopia: Creating Reality: 25 Years

A Path of Utopia: Creating Reality: 25 Years

Esta publicação em língua inglesa é distribuída nos Encontros internacionais aos parceiros do IAC. Nela se apresenta um resumo dos principais projectos que cada sector do IAC realizou desde a sua criação, para além de conter informação que mostra o grande contributo que o IAC deu para a causa da Promoção e Defesa dos Direitos da Criança em Portugal, desde a sua criação em 1983.

Visualize-a aqui.

Vers une Utopie: Construisant une Réalité: 25 Ans

Vers une Utopie: Construisant une Réalité: 25 Ans

Esta publicação em língua francesa é distribuída nos Encontros internacionais aos parceiros do IAC. Nela se apresenta um resumo dos principais projectos que cada sector do IAC realizou desde a sua criação, para além de conter informação que mostra o grande contributo que o IAC deu para a causa da promoção e Defesa dos Direitos da Criança em Portugal, desde a sua criação em 1983.

Visualize-a aqui.

Instituto de Apoio à Criança: 25 anos

Esta publicação apresenta um resumo dos principais projectos que cada sector do IAC realizou desde a sua criação, para além de conter informação que mostra o grande contributo que o IAC deu para a causa da Promoção e Defesa dos Direitos da Criança em Portugal, desde a sua criação em 1983.

Visualize-a aqui.

Maus Tratos e Negligência

Descarregar no separador Direitos da Criança / Recursos

Comportamentos autolesivos e suicidários na adolescência : identificar para ajudar

A adolescência corresponde a uma etapa de desenvolvimento com diversos desafios e vulnerabilidades, impelindo a uma adaptação não só em aspetos de cariz pessoal como de natureza interpessoal. Perante as vulnerabilidades existentes nesta etapa de desenvolvimento existe uma tendência para os comportamentos de risco que se apresentam como um sinal de sofrimento cada vez mais frequente na adolescência, atingindo proporções alarmantes. Neste sentido, parece-nos muito pertinente e imperativo a abordagem de questões do foro mental, nomeadamente os comportamentos autolesivos e suicidários na adolescência. Pretendemos assim que esta publicação possa ser um guia útil no sentido da prevenção, da deteção de sinais de alerta, da leitura de comportamentos e atitudes e de algumas pistas para uma adequada intervenção.Visualize-o aqui.

Mediação Escolar

Clube dos Amigos da Mediação

No âmbito do Projeto de Mediação Escolar, o IAC-Polo de Coimbra elaborou um programa que foi implementado no Agrupamento de Escolas de Alvaiázere pela equipa GAAF e que vai ser agora apresentado a toda a rede GAAF do Instituto de Apoio à Criança. Trata-se do “Clube dos Amigos da Mediação”, que pretende ser mais um recurso da escola na promoção das questões do respeito pela diversidade, da paz e da não-violência. A ideia é sensibilizar e formar alunos sobre novas abordagens de gestão de conflitos, de forma mais ou menos informal, num processo voluntário, com vista ao desenvolvimento de competências de mediação entre pares.

Visualize-o aqui.

Parentalidade

Práticas Parentais: O Impacto no Desenvolvimento da Criança

Práticas Parentais: O Impacto no Desenvolvimento da Criança

As práticas parentais são as ações e estratégias adotadas pelas figuras parentais perante as crianças com o objetivo de orientar o seu comportamento e desenvolvimento físico, psicológico e social. Assim, estas estratégias implicam o modo como os pais educam os filhos, como negoceiam as regras, estabelecem limites e ensinam valores. As regras são diferentes de família para família, mas devem ser o mais claras possível.

Visualize-o aqui.

Saúde

A Dor na Criança: Atendimento de Crianças e Jovens nos Centros de Saúde

A Dor na Criança

Atendimento de crianças e jovens nos centros de saúde.

Leia-o aqui.

Carta da Criança nos Cuidados de Saúde Primários

A Carta da Criança Hospitalizada (CCH), adotada em 1988 em Leiden (Holanda), consagra os direitos da criança antes, durante e depois de um internamento hospitalar. O Sector da Humanização do Instituto de Apoio à Criança lançou, em 1996, a 1ª edição da CCH em Portugal com os objetivos de sensibilizar a comunidade em geral para os direitos da criança nos serviços de saúde e aumentar a literacia em saúde das crianças e famílias. Desde a 1ª edição, foram editados um total de 17 500 exemplares da Carta. A divulgação desta Carta teve um efeito muito positivo na humanização dos serviços de Pediatria Hospitalar, envolvendo todos os profissionais de saúde, as famílias e as crianças no seu cumprimento. Depois de anos percorridos em pediatrias dos hospitais proclamando os direitos das crianças nestes contextos, emergiu a vontade de sensibilizar profissionais, famílias e as próprias crianças sobre os seus direitos, no contexto dos cuidados de saúde primários, que têm sido a prioridade em detrimento de internamentos e tratamentos em meio hospitalar. Assim, 2021 ficará marcado como o ano de lançamento da “Carta da Criança nos Cuidados de Saúde Primários”. Visualize-a aqui.

Sol e o Centro de Saúde

Sol é uma criança como todas as outras. Ela vai ajudar a desmistificar os receios relacionados com procedimentos clínicos. Através de uma narrativa simples, este conto infantil pretende sensibilizar crianças e adultos para a importância dos Direitos da Criança no contexto da Saúde. Visualize-a aqui.

Tráfico de Seres Humanos